AULA 3: TECNOLOGIA E AS DIMENSÕES POLÍTICAS DA REDE

SILVEIRA, Sérgio Amadeu.  Novas dimensões da política: protocolos e códigos na esfera pública interconectada. Revista de Sociologia e Política vol.17 no.34 Curitiba out. 2009PLATFORMS ARE NOT INTERMEDIARIES-Tarleton Gillespie Dossiê: How metaphors shape the digital society

Texto complementar:

BUCHER, Taina, HELMOND, Anne. 2017. “The Affordances of Social Media Platforms.” In The SAGE
Handbook of Social Media, edited by Jean Burgess, Thomas Poell, and Alice Marwick. London and New
York: SAGE Publications Ltd.

MANOTTI, Gabriel. Filmes executáveis: da existência e propriedade das  imagens em rede. Matrizes. São Paulo, V.9 – Nº 1 jan./jun.2015 p. 243-263

STALLMAN, Richard. UMA SOCIEDADE DIGITAL LIVRE: O QUE FAZ DA INCLUSÃO DIGITAL BOA OU RUIM?

STERNE, Jonathan. MP3 – the meaning of a format. Duke University Press Durham and London 2012/ Reflections on the MP3 Format: Interview with Jonathan Sterne

De MARCHI, Leonardo. A Angústia do Formato: uma História dos Formatos Fonográficos. E-Compós.Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação. Abril de 2005

Tecnologias livres para um futuro em nossas mãos – Bia Martins, Em Rede, 28/11//2018

“Home Taping Is Killing Music” was the slogan of a 1980s anti-copyright infringement campaign by the British Phonographic Industry (BPI), a British music industry trade group.

Home Taping is Killing Music  (ver paródias deste slogan)

Intermediários de Internet e Liberdade de Expressão: o mapa da busca de um delicado equilíbrio


Campanha do Burger King para explicar a neutralidade da rede regulatório – Luiz Fernando Marrey Moncau | Dissenso. org 06.06.2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *